Publicidade
Olimpíadas Derrota

Calderano leva virada de alemão e está eliminado dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Apesar de eliminado, Calderano obteve o feito de alcançar as quartas de final em olimpíada, o melhor resultado da história de um mesa-tenista não-asiático ou europeu

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 28.07.2021 às 10:42 Última atualização: 28.07.2021 às 11:23

O brasileiro Hugo Calderano perdeu, de virada, por 4 sets a 2, com parciais de 11/7, 11/5, 8/11, 7/11, 8/11, 2/11, para o alemão Dimitrij Ovtcharov, nesta quarta-feira, em duelo válido pelas quartas de final do torneio de tênis de mesa dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Apesar de eliminado, Calderano obteve o feito de alcançar as quartas de final em olimpíada, o melhor resultado da história de um mesa-tenista não-asiático ou europeu.

"É difícil descrever, muita dor. Perder um jogo assim numa olimpíada, tive bastante oportunidade. Difícil assimilar, depois vou ter que pensar com cabeça fria, mas eu tenho certeza que vou voltar mais forte, essa experiência só vai me fortalecer e vou continuar lutando", disse o atleta, bastante emocionado, após a partida para o canal SporTV.

Calderano admitiu que não conseguiu manter o mesmo nível técnico, após abrir 2 a 0 no placar. "E neste nível de disputa é muito importante ter regularidade." Apesar da virada, o atleta afirmou ter mantido a força mental durante toda a partida, uma de suas maiores características. "Não foi desta vez, mas a próxima olimpíada é daqui a apenas três anos. Vou estar mais forte, vamos ter muito tempo de treinamentos e várias competições neste período."

O momento decisivo da partida ocorreu no quinto set, quando Calderano tinha 8 a 6 no placar e o saque, mas sofreu cinco pontos consecutivos do adversário. Ovtcharov voltou com muita moral para o sexto set e marcou rapidamente 11 a 2.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.