Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Impasse na educação

Justiça convoca Estado e Cpers para audiência de conciliação sobre retorno das aulas

A determinação é para que as partes tentem chegar a um acordo por meio da mediação. Outras entidades ligadas à educação também foram convocadas para a reunião

Publicado em: 30.04.2021 às 18:05 Última atualização: 30.04.2021 às 18:05

A juíza Cristina Luisa Marquesan da Silva convocou uma audiência de mediação sobre o retorno das aulas presenciais no Estado para a próxima segunda-feira (3), às 9h30. Além de representantes do Governo do Estado e do Cpers-Sindicato, serão chamados para participar da mediação representantes do Município de Porto Alegre, da Associação de Pais e Mães pela Democracia (APMD), da Federação dos Professores, Trabalhadores Técnicos e Administrativos e Auxiliares Empregados em Estabelecimento de Ensino (Fetee-Sul), do Sindicato do Ensino Privado ( Sinepe/RS) e do Sindicato dos Professoresdo Ensino Privado (Sinpro/RS).

A audiência vai discutir os processos que tramitam na 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital. A discussão será encaminhada ao Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Porto Alegre (Cejusc-POA). A decisão foi tomada diante do ingresso de nova ação pedindo a suspensão do retorno às escolas. A determinação é para que as partes tentem chegar a um acordo por meio da mediação.

Quem irá conduzir a negociação será a Juíza de Direito Dulce Ana Oppitz, Coordenadora do Cejusc de Porto Alegre. Segundo ela, "a expectativa é que se consiga chegar a um entendimento, considerando os interesses de todos os envolvidos. Não como partes num processo, mas como interessados em uma questão que atinge toda a sociedade, direta ou indiretamente. Tenho plena confiança que todos vão aderir a este processo de mediação, na medida em que houver o reconhecimento do interesse público envolvido".

A volta às aulas foi autorizada no Estado depois da publicação de um novo decreto que trouxe mudanças no Modelo de Distanciamento Controlado, na cogestão e na salvaguarda.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.