Publicidade
Notícias | Região

Educação maltratada, alerta especialista

Publicado em: 01.06.2021 às 03:00 Última atualização: 01.06.2021 às 09:30

Na avaliação do doutor em Educação e professor da Feevale Gabriel Grabowski, o retorno às atividades presenciais está sendo prejudicado, principalmente, pela falta de investimento em estrutura.

"Em 15 meses de pandemia as escolas não receberam melhorias de estrutura, higienização, janelas maiores, redistribuição de salas, Internet de qualidade e laboratórios, sem falar de bibliotecas em todas escolas e descentralizadas", afirma.

O impacto e o prejuízo da pandemia na educação não dependem tanto da faixa etária ou modalidade de ensino, analisa Grabowski, mas das condições socioeconômicas que o aluno tinha antes e teve durante a pandemia.

Ele cita como fatores influenciadores o acesso a computador, Internet de boa qualidade, bibliotecas e bibliografia digital, apoio familiar, ambiente de estudo e contato direto com a escola e professores. O grau de autonomia dos estudantes também impacta o aprendizado.

Para o professor, "muitas medidas já deveriam estar em andamento e não estão". Ele cita como exemplos o acesso público à Internet, aulas em canais abertos, como rádio, TV e Youtube, e distribuição de livros e materiais didáticos nas casas dos alunos.

Hora errada

Grabowski considera que a educação está sendo "mal gerida e maltratada" no Estado e no País. O especialista defende que é necessário ir além de protocolos e alertas e criar programas concretos de ajuda a professores e estudantes direto nas escolas.

Ele destaca que o Estado já apresentava altos índices de reprovação e abandono escolar antes da pandemia.

O professor faz uma crítica ao Avaliar é TRI, sistema de avaliação lançado pelo governo do Estado. "Em plena pandemia, nestas condições, neste momento, sem o desenvolvimento de outros programas de apoio anteriores, é inoportuno, inadequado e um atravessamento no processo pedagógico em curso."

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.