Publicidade
Notícias | Região Após abertura de comportas

Lama de barragem no Paranhana ainda não foi identificada no Rio dos Sinos

Comusa e Corsan seguem monitorando a qualidade da água do rio em Novo Hamburgo e Campo Bom

Publicado em: 21.10.2020 às 12:09 Última atualização: 21.10.2020 às 12:17

Abertura das comportas da Barragem das Laranjeiras deixou a água do Rio Paranhana barrenta Foto: Inézio Machado/ GES
Até a manhã desta quarta-feira (21), a lama da Barragem das Laranjeiras – que atingiu, ontem, o Rio Paranhana, entre Canela e Três Coroas, provocando turbidez da água – não havia chegado ao Rio dos Sinos, como previam as companhias que abastecem a região do Vale do Sinos. O receio é de desabastecimento, como aconteceu em Três Coroas, devido à qualidade da água.

Nos pontos de captação da Corsan, em Campo Bom, e da Comusa, em Novo Hamburgo, não houve alteração da água. 

O gerente da Corsan, em Campo Bom, Maicon Batista Hessel, afirma que a equipe da companhia segue avaliando a situação no trecho do Sinos que corta a cidade. "Estamos monitorando, porém acredito que se chegar até Campo Bom, já estará bem diluído, e não deverá afetar o abastecimento", destaca.

A Comusa também afirma que está monitorando a água do Sinos, em Novo Hamburgo, e que nesta manhã não havia registrado qualquer alteração no rio.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.