Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Tradição

CTG Rancho da Saudade é o segundo colocado no Enart 2019

Nas modalidades individuais, o CTG Rincão da Amizade de Gravataí venceu a chula

Última atualização: 21.11.2019 às 10:25

Rancho da Saudade ficou em segundo lugar no Enart Foto: Reprodução Youtube
O Enart 2019 encerrou no último domingo e o campeão na modalidade danças tradicionais foi o CTG Tiarayú de Porto Alegre. Da região, a entidade melhor colocada foi o Rancho da Saudade de Cachoeirinha que ficou em segundo lugar. Os municípios de Gravataí e Cachoeirinha se destacaram em outras modalidades. O vencedor da chula foi José Guilherme Guimarães do CTG Rincão da Amizade de Gravataí.

Na modalidade, intérprete solista vocal feminino, Pyetra Hermes Pereira do Rancho da Saudade de Cachoeirinha ficou em segundo lugar. Na Trova Mi Maior Gavetão, João Benito Soares Arena, do Carreteiros da Saudade, ficou em segundo lugar. Ele foi o vencedor da modalidade Causos. 

O Rancho da Saudade ainda foi destaque em outras premiações: terceiro lugar em conjunto musical de invernada - Força A, segundo lugar como melhor entrada - Força A e segundo lugar no destaque Enart 2019. O CTG Aldeia dos Anjos de Gravataí não recebeu premiações no evento deste ano.

No Enart, as competições se dividiram em 23 modalidades espalhadas em 10 palcos. No palco principal, onde ocorreram as Danças Tradicionais da Força “A”, a lotação de 5 mil pessoas aconteceu diversas vezes. Por ali passaram 40 grupos no sábado, passando 20 para a final. Na noite de domingo foram conhecidos os ganhadores.

O CTG Tiarayú de Porto Alegre, 1ª Região Tradicionalista foi o grande campeão na força “A”, com o tema baseado no botânico e viajante francês que visitou o Rio Grande do Sul em 1822, August Sant-hilaire, e levantou o público. “Nosso trabalho foi com garra. O Tiarayú está sempre aberto para todo o Rio Grande. Nós temos força, temos amor pelo nosso lenço verde. Isso é um fruto de um grande trabalho que merecia esse reconhecimento. Só nos resta agradecer” relatou emocionada a patroa da entidade, Vera Mena-Barreto.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.