Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Novo Hamburgo Polícia

Acusado de matar paciente dentro do Hospital Municipal de Novo Hamburgo é preso em São Leopoldo

Criminoso que faz parte da facção d'Os Manos, estava foragido desde março deste ano e tinha três mandados de prisão contra ele

Por Mayara Morales
Última atualização: 04.12.2019 às 17:46

Jovem foi alvo de 28 disparos Foto: Débora Ertel/GES-Especial
Na tarde desta quarta-feira (4), Hilton de Souza Cardoso, 35 anos, que é um dos acusados de matar paciente dentro do Hospital Municipal de Novo Hamburgo, foi capturado no bairro Campestre, em São Leopoldo. Segundo o delegado da 3ª DP leopoldense, Rodrigo Zucco, ele é integrante da facção Os Manos e estava foragido semiaberto em Novo Hamburgo desde março.

Além disso, Hilton tinha três mandados de prisão contra ele, todos por homicídios. Após investigação da Polícia Civil, o criminoso foi encontrado no em São Leopoldo onde tinha casa e carro de luxo em nome de terceiros.

Entenda o caso

Em março de 2017, um homem foi assassinado a tiros em um leito no Hospital Municipal de Novo Hamburgo. O alvo era Wellington Jean Brito Bandeira, 19, internado há três dias. Ele havia sido baleado em tiroteio entre dois grupos rivais, pouco antes de seu parceiro ser morto em confronto com a Brigada Militar, no bairro Guarani, em Novo Hamburgo.

Informações sobre em que quarto estava Wellington teriam sido vazadas por uma funcionária do hospital. Hilton e mais um comparsa foram direto ao quarto da vítima e efetuaram 28 disparos, dos quais 15 atingiram o paciente. A mulher de Wellington estava com ele no quarto, mas escapou ao saltar pela janela do banheiro. Com a queda ela quebrou o pé direito. Ao abrir caminho para fuga, os criminosos ameaçaram funcionários do hospital e familiares de pacientes.

Outras acusações

Segundo informações do delegado Rodrigo Zucco, Hilton de Souza Cardoso é também apontado como um dos assassinos do traficante Márcio Dabiano de Carvalho, conhecido como "o Gordo Márcio", um dos principais líderes da facção Os Manos no Vale dos Sinos. Os dois seriam rivais dentro da mesma organização criminosa.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.