Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Mundo Epidemia

Japão anuncia voo fretado para retirada de cidadãos de Wuhan

O governo dos Estados Unidos também deverá fretar um voo neste domingo para retirar os cidadãos americanos da cidade chinesa

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 26.01.2020 às 09:04 Última atualização: 26.01.2020 às 09:06

Cidade Proibida - China Foto: Wikimedia Commons

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse neste domingo que seu país fretará um voo para trazer cidadãos japoneses que querem deixar a cidade chinesa de Wuhan, no centro da epidemia do coronavírus, que já matou 56 pessoas e infectou quase 2.000.

"Decidi que todos aqueles que querem voltar para casa, voltarão", disse Abe a repórteres. Segundo ele, os preparativos já estão ocorrendo, mas não informou uma data para a retirada.

O governo dos Estados Unidos também deverá fretar um voo neste domingo para retirar os cidadãos americanos da cidade chinesa, segundo uma fonte ouvida pela Dow Jones Newswires. Enquanto isso, o consulado francês também está considerando uma retirada de seus cidadãos.

Autoridades de saúde do Japão disseram que um quarto caso com o coronavírus foi detectado no Japão, um homem de 40 anos que chegou ao país no dia 22 de janeiro. Sua condição é estável.

Entre as empresas, a Toyota Motor interrompeu as viagens de negócios à região chinesa.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.