Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Região de Porto Alegre

Gravataí permanece com bandeira laranja no mapa do distanciamento controlado

Região registrou 186 novas internações nos últimos sete dias

Por Bruna Aquino
Publicado em: 16.10.2020 às 18:38 Última atualização: 16.10.2020 às 18:45

Região passou para 186 novas internações Foto: PMC/DIVULGAÇÃO
O mapa preliminar da 24ª rodada do distanciamento controlado, divulgado no final da tarde desta sexta-feira (16), mantém Gravataí com bandeira laranja - isso porque a cidade integra a região de Porto Alegre, com risco médio de transmissão do coronavírus e também de ocupação de leitos. A classificação definitiva sai na segunda-feira (19).

A região lidera as que têm os maiores números de novas internações nos últimos sete dias por local de residência do paciente: foram 186. Os números deste indicador preocupam o Estado porque houve um aumento de 24% entre as duas últimas semanas se analisadas todas as regiões. Embora o percentual seja expressivo e sirva de alerta, os números são baixos – eram 598 e agora são 739 novas internações. Além de Porto Alegre, aparecem com os maiores números as seguintes regiões: Caxias do Sul (81), Canoas (54), Passo Fundo (49), Novo Hamburgo (46), Pelotas (45) e Santa Maria (41).

A região de Porto Alegre teve média ponderada de 1,25 (a mais alta da rodada) e é este dado que determina a cor da bandeira. Após uma queda, os registros de hospitalizações confirmadas para Covid-19 na macrorregião metropolitana registradas nos últimos sete dias aumentaram 15,7%, passando de 298 para 345 na macrorregião (somando as seis regiões Covid). Vale destacar que o número de óbitos causados por complicações da Covid-19 no RS reduziu 16% entre as duas últimas quintas-feiras (de 254 para 213).

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.