Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Especial Coronavírus efeito coronavírus

Prefeitura ajusta relação com o funcionalismo para plano de combate ao coronavírus

Estagiários e professores com contratos emergenciais ficarão 60 dias sem remuneração. Horas extras para quem não é da área da saúde também ficam suspensas. Servidores da saúde tiveram férias e licenças interrompidas

Por Eduardo Torres
Última atualização: 25.03.2020 às 20:48

Enquanto ajusta o orçamento municipal para medidas emergenciais ao combate da pandemia do coronavírus, a prefeitura de Gravataí aperta o cinto do funcionalismo de outros setores que não sejam da área da saúde. Uma série de medidas foi anunciada pelo Diário Oficial do município desta quarta (25). Entre elas, estão as suspensões de horas-extras por 60 dias em todas as áreas que não estejam envolvidas nas ações contra o coronavírus.

A situação nos próximos dois meses também se complicará para os estagiários de outras áreas. Eles terão os contratos suspensos por 60 dias, sem remuneração. Da mesma maneira, contratos emergenciais de professores estão suspensos, e sem remuneração, por 60 dias. As convocações dos professores estão canceladas a partir de 1º de abril.

A medida também faz uma espécie de troca de férias e licenças. Todos os servidores da área da saúde tiveram os benefícios interrompidos e foram chamados de volta ao trabalho. Por outro lado, servidores municipais de outras áreas que têm saldo de férias a gozar devem fazê-lo a partir de 1º de abril.

No começo da noite desta quarta, o boletim epidemiológico do Estado confirmou o primeiro caso de Covid-19 testado positivo em Gravataí. A mulher de 41 anos, que é servidora da prefeitura de Cachoeirinha, é mantida desde 17 de março em isolamento na sua casa, assim como o marido e a filha adolescente, que estavam em um cruzeiro pelo litoral brasileiro. Ela não teve complicações nos sintomas e relata melhora nos últimos dias.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.