Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Especial Coronavírus Guerra ao coronavírus

Prefeitos da região mantêm plano e defendem isolamento social

Granpal fez reunião nesta quarta-feira para definir ações conjuntas; Amvars reforça apelo para que população permaneça em casa

Última atualização: 25.03.2020 às 22:46

No dia seguinte ao polêmico pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, prefeitos trataram de reafirmar a suas comunidades que o importante neste momento é, quem pode, cumprir a orientação de isolamento social. O presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars) e prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi, disse que o plano na região segue o mesmo. “Mantemos o apelo para que a população fique em casa. É um período crítico para que possamos manter a curva (da evolução da doença) sob controle”, frisou.

CONTEÚDO ABERTO: Leia aqui as notícias sobre coronavírus

Após uma videoconferência ontem, os prefeitos da Grande Porto Alegre reiteraram a convicção de que “a prevenção e o enfrentamento à doença deve se dar, neste momento, por meio de medidas restritivas à circulação de pessoas e que favoreçam o isolamento social e, especialmente, a proteção dos idosos e demais integrantes do grupo de risco”. O prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, destacou que os prefeitos alinharam ações em conjunto no enfrentamento da pandemia.

A prefeita de Novo Hamburgo, Fatima Daudt, disse que o decreto que impõe restrições na cidade segue valendo e que o assunto é avaliado diariamente. “No momento o isolamento social é importante para diminuirmos o contágio e valorizarmos a vida. Melhor prevenir agora do que administrar um caos logo ali na frente. É hora de equilíbrio e bom senso”, disse.

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, segue na mesma linha e garantiu que o chamado “decreto fecha tudo” segue valendo por enquanto. Ontem ele teve reunião com empresários e líderes setoriais da cidade para avaliar os impactos econômicos das ações de estímulo ao isolamento social. “Cuidar da saúde não significa descuidar da economia”, destacou.

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, não poupou críticas à postura do presidente Bolsonaro. “Ele está pensando apenas nas eleições de 2022, não está pensando no País. Fez o discurso e não tomou nenhuma medida para revogar portaria ou decreto. Por isso, é um discurso falso e enganador. O coronavírus é uma tragédia para o País e os municípios”, resumiu.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.