Publicidade
Cotidiano | Motores Mercado

Camaro fica mais conectado com Internet 4G a bordo

Chevrolet importa novo lote do esportivo, agora com o wi-fi nativo e leves mudanças estéticas

Por Adair Santos
Publicado em: 08.10.2020 às 07:00 Última atualização: 08.10.2020 às 08:34


Atualização visual e nível 4 de conectividade. Um novo lote do Chevrolet Camaro está chegando ao Brasil, agora como linha 2020. A versão única de acabamento SS é equipada com motor V8, transmissão automática sequencial de dez marchas e controle de largada.

A diferença visual é pequena, com a dianteira inspirada no conceito Camaro Shock. A barra central que divide o para-choque e a grade superior não é mais preta, e sim na cor do veículo. Já a gravata Black Bow Tie, antes posicionada nesta barra, subiu um pouco e foi para a grade. 

Também dá um salto em tecnologia ao adotar o nível 4 de conectividade em seu estágio mais avançado. Traz wi-fi nativo, OnStar, myChevrolet app e MyLink com projeção sem fio para Android Auto e Apple CarPlay. Além disso, já era equipado com sistema de carregamento de smartphone por indução magnética. Outros destaques tecnológicos são o head-up display, que projeta velocidade e outras informações no para-brisa, e a função de controle de largada, criada para ser usada não na rua, e sim em autódromos.

São 100 unidades neste novo lote que chega do Camaro, produzido em Michigan, Estados Unidos. O cupê é comercializado por R$ 377,9 mil e, o conversível, a R$ 422,9 mil.

Importados reagem, mas queda será de 15%

Os importados vêm registrando alta no mercado brasileiro. As quinze marcas filiadas à Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa) licenciaram 2.834 unidades em setembro, aumento de 4,8% em relação a agosto. Embora os números de setembro tenham sido de alento, depois de quase sete meses sob rigoroso impacto dos efeitos da pandemia e do câmbio do dólar e do euro, a Abeifa confirma sua última projeção de vendas para o ano, de 28,5 mil unidades de importados e 29,5 mil veículos aqui produzidos, representando portanto queda de 15% em comparação ao ano de 2019. Enquanto o mercado interno tem queda de 32,9% em nove meses, os importados têm retração menor, de 15,7%.

Caminhão mais potente do mundo tem 770 cv

A Scania apresenta na Europa sua nova linha dos icônicos modelos V8, agora com 530 cv, 590 cv, 660 cv e 770 cv de potência. Com o lançamento da versão de 770 cv, a montadora retoma a posição de ter o caminhão de linha mais potente do mundo. As novidades, porém, não têm previsão de serem introduzidas no mercado brasileiro, que dispõe do propulsor V8 de 620 cv da nova geração de caminhões, lançada no final de 2018.

Os novos V8 lançados na Europa não só oferecem um nível recorde de potência, mas também melhoram a eficiência de combustível. Em comparação com a geração anterior, a economia total pode chegar a 6%, o que corresponde a 4 mil litros de diesel para um veículo que percorre 150 mil km por ano, como ocorre na Europa. Na versão topo de linha de 770 cv, o torque chega a 377,5 kgfm.

V8 de 461 cv e câmbio de 10 marchas

O powertrain segue o mesmo: o V8 6.2 de 461 cv de potência e 62,9 kgfm de torque atua em conjunto com a transmissão automática tradicional de dez marchas, caracterizada pela relação curta entre as trocas, privilegiando retomadas mais vigorosas. Segundo a montadora, a aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 4,2 s. Já a velocidade máxima é limitada eletronicamente em 290 km/h para o cupê e 250 km/h para o conversível.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.