Publicidade
Cotidiano | Entretenimento Música

Ney Matogrosso ganha livro no ano em que faz 80 anos

Nova biografia é assinada por Julio Maria, mesmo autor da biografia de Elis Regina - Nada Será Como Antes

Publicado em: 17.07.2021 às 03:00 Última atualização: 17.07.2021 às 10:32

Pouco antes do artista completar 80 anos, no início de agosto, está sendo lançada uma biografia de Ney Matogrosso. Julio Maria assina Ney Matogrosso - A Biografia , que explora o lado libertário de Ney de Souza Pereira, nome de batismo do cantor.

Ney Matogrosso Foto: Reprodução Instagram

O volume percorre a trajetória artística do cantor desde os tempos do teatro - Ney, na verdade, queria ser ator - e esmiúça a passagem do cantor pelo grupo Secos & Molhados, que rendeu dois discos e alguns dissabores.

Sem a versão de João Ricardo sobre a saída de Ney da banda - o músico não concordou em falar para o livro -, Julio se cerca, além da versão do biografado, de fatos narrados por outros integrantes, como Gerson Conrad e até de um músico que passou pelo grupo e poucos se lembram, o baixista Gerson Tatini.

Da carreira solo, o livro traz histórias preciosas sobre as gravações dos principais discos de Ney, revisita o histórico show Destino de Aventureiro (1984) e mostra a contribuição precisa do artista na construção de um dos maiores fenômenos do rock nacional, a banda RPM.

O livro é resultado de um trabalho de cinco anos e colaborações de quase 200 entrevistados. Também foram sete entrevistas presenciais e, durante a pandemia, ligações diárias com o cantor por mais de seis meses.

Histórias

O autor é o mesmo da biografia de Elis Regina - Nada Será Como Antes. Sobre o trabalho no livro, o autor conta: "Foi o refinamento do detalhe. Tem um momento muito simbólico que foi quando ele encontrou uma caixa com cartas e bilhetes de Elis Regina, Gonzaguinha e Cazuza. Ele nunca havia mostrado para ninguém", conta.

Elis, aliás, foi um ponto de ligação entre personagem e biógrafo. Quando escreveu Elis Regina - Nada Será Como Antes, Julio procurou Ney para saber se ele tinha alguma história com a cantora. Ney lhe narrou um encontro em um festival em Brasília, em 1981. E apenas isso. Agora, foi mais a fundo.

Revelou que os dois conversaram uma noite inteira no quarto do hotel onde estavam hospedados. No dia seguinte, Elis escreveu um longo e carinhoso bilhete e colocou por baixo da porta. Ney guardou essa mensagem durante 40 anos - foi um dos guardados que ele confiou a Julio.(AE)

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.