Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
Viver com Saúde

Conheça os benefícios da drenagem linfática

Biomédica e massoterapeuta fala sobre a técnica que alivia a retenção de líquidos
11/03/2019 03:00 11/03/2019 14:51

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Priscila Machado Marinho, biomédica e massoterapeuta
Técnica reconhecida por trazer alívio a mulheres e homens que sofrem com a retenção de líquidos, a drenagem linfática age auxiliando um processo natural do organismo, que é a eliminação de toxinas resultantes do nosso metabolismo. Como o nome diz, a ação manual ou com ajuda de aparelhos ajuda a drenar estes líquidos que precisam ser eliminados do corpo. A biomédica e massoterapeuta da Emagrecentro, Priscila Machado Marinho, traz mais detalhes na entrevista.

Como é feita a drenagem linfática e quais os principais benefícios?
A drenagem linfática é uma técnica que utiliza movimentos leves e suave pressão intermitente que imita uma bomba ou ondas, para auxiliar na eliminação de líquidos acumulados no corpo através do estímulo do sistema linfático. Tem como principal objetivo diminuir edema (inchaços), bem como auxilia na circulação, eliminação de toxinas, melhora o aspecto da celulite, cansaço nas pernas entre muitos outros benefícios.

Em que áreas do corpo é possível fazer a drenagem? Existe um número certo de sessões para cada parte?
É possível drenar o corpo inteiro, pois o sistema linfático está presente em todo ele. Não há número certo de sessões a serem realizadas, pois este varia entre cada paciente e conforme a necessidade de cada um. Ele pode ser indicado pelo médico, por exemplo, em caso pós-cirúrgico, como pode ser realizado semanalmente para manutenção em pacientes hígidos, para obter resultados estéticos ou para quem busca conforto e bem-estar.

Que tipo de resultados a drenagem traz para quem busca emagrecer?
A drenagem não atua diretamente no tecido adiposo, ou seja, não reduz gordura, entretanto, ela ajudará a reduzir medidas pela redução de líquidos acumulados (desinchar).

Reter líquido não é sinal de que não é preciso beber água, certo?
Beber água é de extrema necessidade! A retenção de líquidos se dá principalmente por problemas circulatórios, sedentarismo, em casos em que os vasos linfáticos e venosos são atingidos (como numa cirurgia) e baixa ingesta de líquidos. A drenagem ajudará a eliminar, mas associação com exercícios, alimentação balanceada com baixa quantia de sódio e ingesta rigorosa de água manterá um corpo saudável.

Homens também têm buscado a técnica?
Cada vez mais os homens estão buscando tratamentos de bem-estar e estética. A drenagem entre outros tratamentos são super indicados para que os homens mantenham o corpo saudável e bonito.

A drenagem pode ser feita com auxílio de algum equipamento? Qual?
A drenagem linfática pode ser realizada manualmente ou com auxílio de instrumentos como bambus, aparelhos de endermologia (sucção), mantas com pressão (pressoterapia), plataforma vibratória, entre outros.

Qual a diferença entre a drenagem, massagem modeladora e também uma massagem relaxante?
A drenagem não tem como objetivo relaxamento ou aumento de fluxo sanguíneo muscular, diferente de uma massagem relaxante, cujo os movimentos emprega-se uma pressão pré determinada e movimentos específicos, respeitando a fibra muscular. Já na massagem modeladora, os movimentos são mais bruscos em que se busca uma redução de medidas através do remodelamento do tecido adiposo e a aplicação de cremes com agentes lipolíticos (que quebram a gordura).

Grávidas podem fazer drenagem linfática?
As gestantes têm a uma forte tendência a acúmulo de líquidos neste período. Desde que com a orientação médica, elas podem realizar a drenagem, o que lhes confere um maior conforto principalmente na fase final da gestação, que é quando aumenta o edema.

Quem não pode fazer a drenagem?
Entre as contraindicações estão cânceres, tromboflebite, trombose, septicemia, hipertiroidismo, reação inflamatória aguda, insuficiência cardíaca não controlada, processos viróticos, febre, gestação de alto risco, hipertensão não controlada, insuficiência renal e dermatites ou lesões tópicas.



  • Drenagem linfática
    Foto: Divulgação
  • Priscila Machado Marinho, biomédica e massoterapeuta
    Foto: Divulgação

Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE