Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Porto Alegre

Cobertaço da Campanha do Agasalho movimenta doações neste sábado

Apesar do sábado frio, dia ensolarado animou pessoas a saírem de casa para fazerem gesto de solidariedade
06/07/2019 18:07 06/07/2019 18:07

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Pedido da campanha foi atendido e houve doação de cobertores, entre outros itens muito necessários nesta época de frio
Depois de uma madrugada gelada em que cidades do Rio Grande do Sul chegaram a registrar neve, o Palácio Piratini amanheceu neste sábado de inverno com as portas abertas para o cobertaço. A ação faz parte da Campanha do Agasalho promovida pelo governo do Rio Grande do Sul por meio da Defesa Civil e das secretarias de Comunicação e do Trabalho e Assistência Social.

O cobertaço começou às 10 horas e seguiu até as 16 horas, na entrada do palácio, na praça Marechal Deodoro, região central de Porto Alegre. Foram recebidas doações de agasalhos de todos os tipos, mas foi pedida uma atenção especial para cobertores e roupas infantis , que estavam com os estoques quase zerados na Central de Doações do Estado.

A secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker, disse que enfrentar o inverno no Rio Grande do Sul é um desafio difícil para a população carente e que ações como o cobertaço visam minimizar essas dificuldades. “O fato de o palácio estar com as portas abertas para as doações demonstra um apoio total a essa iniciativa nesta época tão dura para as pessoas que estão em situação de necessidade”, acrescentou.

As baixas temperaturas não desanimaram quem saiu de casa decidido a ajudar o próximo. Pelo contrário, incentivaram. “A gente, mesmo com todo o conforto, percebe como se sofre com o frio. E fica pensando, então, em quem vive na rua ou mesmo em casas sem condições de se aquecer. Isso me motivou a fazer uma geral no meu armário e na casa do meu pai para trazer doações. Também me motiva a pensar em outras maneiras de ajudar”, disse a correspondente de comunicação Anne Castro, que levou duas sacolas cheias de agasalhos e cobertores para doação.

A Defesa Civil recolheu as doações no fim da ação. Agora, seguem para triagem e encaminhamento para as prefeituras e entidades beneficentes. O último relatório da Campanha do Agasalho contabilizava 777.257 mil peças arrecadadas. “A campanha está muito bem, os números estão muito bons. Nos antecipamos ao frio justamente para que mais pessoas recebessem a doação antes da queda nas temperaturas. Mas ainda tem muito frio pela frente e precisamos muito de doações. Hoje foi um grande exemplo da solidariedade do povo gaúcho e pedimos para que continuem doando para que possamos ajudar o maior número possível de pessoas”, pediu o coronel Júlio Cesar Rocha Lopes, coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil.

 

Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE