Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Brasília

Saem nomes do presidente e relator da comissão especial da reforma da Previdência

Grupo será presidido pelo o deputado Marcelo Ramos (PR-AM) e a relatoria caberá ao deputado Samuel Moreira (PSDB-SP)
25/04/2019 12:15

Foto por: Rodolfo Stuckert/Agência Câmara
Descrição da foto: Palácio do Congresso Nacional
O presidente da comissão especial da Câmara dos Deputados que vai analisar o mérito da proposta da reforma da Previdência será o deputado Marcelo Ramos (PR-AM). A relatoria caberá ao deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). A Câmara instalou nesta quinta-feira (25) a comissão especial.

O anúncio foi feito hoje pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), após reunião com líderes de partidos governistas e com o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, que apresentou aos parlamentares os dados desagregados que embasaram a proposta enviada pelo governo federal ao Congresso.

Reunião foi na residência oficial da Câmara

"Acho que, com essa construção, nós começamos uma segunda etapa com a certeza que vamos fazer o debate, vamos mostrar aos brasileiros e aos parlamentares que essa reforma vai, sem dúvida nenhuma, pedir uma colaboração dos que ganham mais", disse Maia, na saída da residência oficial da presidência da Câmara, no Lago Sul, em Brasília.

Segundo o presidente da Câmara, os brasileiros que ganham menos serão beneficiados porque não terão "perdas com a reforma". Para Maia, com a aprovação da Previdência, haverá recuperação da economia com a geração de empregos para as pessoas de menor renda.

O colegiado que vai analisar a proposta de emenda à Constituição da reforma da Previdência (PEC 6/19 será composto por 49 membros e 49 suplentes.

Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE