Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Não concorda

PDT entra com ação na Justiça pedindo suspensão de parceria Embraer-Boeing

Presidente do partido, Carlos Lupi, afirma que a união das empresas 'coloca em risco a soberania nacional'
10/01/2019 10:56

Foto por: Edouard NGUYEN/Embraer
Descrição da foto: Brasileira Embraer é a terceira maior fabricante de aviões do mundo
O PDT entrou com uma ação na Justiça Federal de Brasília pedindo a suspensão da parceria da Embraer com a Boeing. A ação foi protocolada pelo partido nesta quarta-feira (9) e solicita que a Justiça elimine os efeitos da decisão do Conselho de Administração da empresa brasileira que, em dezembro, aprovou a parceria estratégica com a companhia americana.

A legenda pede ainda que o acordo seja submetido ao Congresso Nacional e ao Conselho de Defesa Nacional. O PDT alega que o Judiciário deve fazer com que a União exerça o direito de veto decorrente da detenção de uma "golden share" na empresa brasileira.

Em nota, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou que a união das empresas "coloca em risco a soberania nacional, porque prevê, entre outras medidas, a completa transferência de tecnologias fundamentais para segurança nacional."

A parceria ainda está sujeita à aprovação do governo brasileiro. O presidente Jair Bolsonaro já se manifestou favorável ao acordo.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE