Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Canal da Mancha

Equipes tentam recuperar corpo achado em avião de Emiliano Sala

Agência Britânica de Investigação de Acidentes Aéreos tentará trazer aeronave para a superfície do mar
05/02/2019 21:49

As autoridades britânicas tentavam nesta terça-feira (5) recuperar o corpo, cuja identidade ainda é desconhecida, localizado entre os destroços submersos no Canal da Mancha do avião que desapareceu com o atacante argentino Emiliano Sala e o piloto, há duas semanas.

"Estamos tentando recuperar o corpo. Se tivermos sucesso, vamos considerar a viabilidade de levar os destroços à superfície", disse a Agência Britânica de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB) em um breve comunicado.

"Devido às fortes corrente marítimas só podemos usar o veículo operado remotamente por períodos limitados a cada dia e isso significa que o progresso será lento", disse a agência, acrescentando que só vai fazer mais anúncios depois de informar as famílias sobre o resultado da operação.

Sala, de 28 anos, e o piloto, o britânico David Ibbotson, 59, voaram em 21 de janeiro a bordo de um monomotor Piper Malibu PA-46-310P entre a França e a Grã-Bretanha que desapareceu do radar cerca de 20 quilômetros da ilha britânica de Guernsey, localizada no Canal da Mancha.

O atacante argentino e Ibbotson tinham saído de Nantes (oeste da França) rumo a Cardiff (em Gales), sede do clube que acabara de contratar Sala por uma quantia estimada pela imprensa em 17 milhões de euros.

Seu desaparecimento comoveu os torcedores dos dois clubes e várias personalidades do futebol, que manifestaram solidariedade com a família de Sala.

Quase duas semanas depois, as autoridades britânicas anunciaram no domingo (3) ter encontrado os restos do avião no fundo do mar, e no dia seguinte disseram ter detectado a presença de "um ocupante" entre os destroços da aeronave, sem dar detalhes sobre de quem se trata.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE