Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Reencontro

Inter terá mais uma decisão com o Nacional na Libertadores

Pela copa continental, Inter perdeu para os uruguaios na final de 1980 e venceu nas oitavas de final de 2006
14/05/2019 19:35 14/05/2019 19:36

Foto por: Ricardo Duarte/Inter
Descrição da foto: Atacante uruguaio Nico López, um dos principais nomes do Inter de Odair Hellmann, é formado na base do Nacional e tem tatuagem do clube no braço
Depois de saber, na noite de segunda-feira, que irá enfrentar o Nacional, do Uruguai, nas oitavas de final da Libertadores, o Inter teve nesta terça-feira (14), a confirmação das datas e horários dos jogos. A partida de ida será no dia 24 de julho, às 19h15, na capital uruguaia. O segundo e decisivo duelo está marcado para 31 de julho, às 19h15, no Estádio Beira-Rio.

"O Nacional é uma equipe tradicional do futebol sul-americano, que já conquistou muitos títulos. Sabíamos que qualquer um que fosse seria difícil, Libertadores não tem moleza, não tem jogo fácil", disse o vice de futebol colorado, Roberto Melo. Os uruguaios têm três títulos de Libertadores, conquistados em 1971, 1980 e 1988. O Inter é bicampeão, levantando a taça em 2006 e 2010.

INFILTRADO

O Inter conta com um jogador "infiltrado" no seu elenco. Nico López foi formado pelo Nacional e traz no braço uma tatuagem do seu antigo clube, onde se destacou em 2011. O Bolso (apelido do clube) completou 120 anos ontem e Nico usou as redes sociais para parabenizar seu antigo time.
"Hoje o povo tricolor está em festa. Feliz 120 anos, Bolso querido! Feliz e orgulhoso de ter feito parte de tua grande história, Nacional. Nos vemos em breve", postou o jogador colorado.

O Inter já encarou o Nacional em mata-matas da Libertadores em duas ocasiões. Na final de 1980, os uruguaios levaram a melhor após 0 a 0 no Beira-Rio e vitória de 1 a 0 no Centenário. Depois, em 2006, os clubes se cruzaram nas oitavas de final. Os colorados venceram por 2 a 1 fora de casa e empataram por 0 a 0 no Beira-Rio, avançando para chegar ao título.

Vermelhas

O Comitê de Ética do Conselho Deliberativo do Inter excluiu, na noite de segunda-feira, o ex-presidente Vitorio Piffero e o ex-vice-presidente de Finanças Pedro Affatato do quadro social do clube. Os ex-dirigentes podem apresentar defesa em até 10 dias.

Eles foram investigados pelo Ministério Público, no fim de 2018, pelos crimes de apropriação indébita, estelionato, organização criminosa, falsidade documental e lavagem de dinheiro.

Dentro de campo, o Inter se prepara para encarar o CSA, às 16 horas de domingo, no Beira-Rio, pelo Brasileirão. O Colorado é o nono colocado, com seis pontos.

Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE