Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Fora de casa

Três pontos para dar tranquilidade ao Grêmio

Tricolor vence Botafogo por 1 a 0 no Rio, vai a 11 pontos no Brasileirão e chega melhor à parada para a Copa América
12/06/2019 21:55 12/06/2019 21:55

Foto por: Lucas Uebel/Grêmio
Descrição da foto: Jogadores gremistas vibraram muito com Jean Pyerre após o gol que garantiu a vitória sobre o time carioca
A segunda vitória seguida no Brasileirão veio em bom momento para o Grêmio. Com o 1 a 0 sobre o Botafogo, na noite desta quarta-feira (12), no Rio de Janeiro, a equipe chegou aos 11 pontos na tabela de classificação e pode aproveitar com mais tranquilidade a parada para a Copa América. O próprio técnico Renato Portaluppi já afirmou que o período seria importante para recuperar jogadores e retomar a competição com mais força. Agora, o treinador poderá aproveitar essa parada com menos pressão.

Mais uma vez o comandante tricolor teve problemas para escalar o time. Maicon e Geromel, com dores musculares, foram preservados. Cortez, Luan, Kannemann e Paulo Miranda seguem em recuperação de lesão, e Everton e Matheus Henrique estão com as seleções principal e sub-23. Rodriguez ainda deixou o campo sentindo uma lesão ontem. Ou seja, a parada vem mesmo em boa hora.

Dentro de campo, as equipes criaram poucas chances de gol. A noite era tranquila para os goleiros Paulo Victor e Diego Cavalieri. Até que Jean Pyerre cobrou falta aos 35min do segundo tempo e definiu o placar: 1 a 0. "Foi uma vitória importante pelo momento que a gente vinha vivendo. Fui feliz (na cobrança da falta)", disse o meia.

Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE