Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Libertadores

Grêmio começa busca pelo tetracampeonato contra o Rosario Central

Tricolor encara os argentinos nesta quarta-feira, às 21h30, fora de casa
05/03/2019 21:08

Foto por: Lucas Uebel/Grêmio
Descrição da foto: TREINO: Kannemann (C), Geromel (E) e Leonardo (D) participaram do rachão no CT do Newell's Old Boys, na Argentina, na última atividade antes da estreia na Libertadores
Invicto em 2019 e líder absoluto do Gauchão, o Grêmio dará nesta quarta-feira, às 21h30, contra o Rosario Central, no Gigante de Arroyito, na Argentina, o pontapé inicial na busca pelo tetracampeonato da Libertadores. A equipe de Renato Portaluppi, que está no Grupo H, junto de Libertad (PAR) e Universidad Católica (CHI), chega como uma das favoritas ao título, mas neste primeiro jogo não conta com sua força máxima. Michel e Léo Moura, lesionados, e Diego Tardelli, sem condições físicas ideais, permaneceram em Porto Alegre.

Para o confronto, o Tricolor terá em campo o time que vem distribuindo goleadas no Gauchão, e enfrentará um adversário que não vem bem na Superliga Argentina, e que recentemente demitiu o treinador Edgardo Bauza. O novo técnico do Rosario, Paulo Ferrari, deverá preservar alguns jogadores na estreia da Libertadores, pois precisa dar prioridade ao campeonato nacional para afastar o risco de rebaixamento. Embora os argentinos venham com certa fragilidade, o Grêmio não tem nada a ver com isso e quer aproveitar seu bom momento para construir logo a primeira vitória na competição.

CONTINUIDADE

Nesta terça-feira, no CT do Newell's Old Boys, o Tricolor realizou o último trabalho antes do duelo, que foi um rachão com participação de Portaluppi. Assim, o treinador gremista manteve o mistério quando ao substituto de Michel. Porém, Rômulo segue sendo o mais cotado. Para o zagueiro Pedro Geromel, um dos líderes da equipe ao lado do capitão Maicon, o fator que mais pesa para o Grêmio ainda estar colhendo os frutos do trabalho é a continuidade do grupo. "Todos se conhecem e sabem bem como é o trabalho do Renato. Essa é a nossa grande vantagem em relação aos times que precisaram mudar", enfatizou o defensor, que ainda falou do recreativo. "É muito bom um treino assim, descontraído. A gente carrega muita pressão e responsabilidade, mas o segredo do sucesso é o nosso grupo", finalizou Geromel.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE