Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Economia

Quatro dias de otimismo para os negócios de Cachoeirinha

Está aberta a 1ª Feira de Negócios e Inovação da cidade. Com 60 expositores, evento terá, até sexta, duas grandes rodadas de negócios organizadas pelo Sebrae.
14/05/2019 16:04 14/05/2019 16:11

Foto por: Fernando Lopes/GES
Descrição da foto: Corredores já recebiam bom público na abertura da feira
Habemus negócios!

Foi como um grande anúncio de que, em Cachoeirinha, há pelo menos esperanças para driblar a crise econômica que, na tarde desta terça (14) foi aberta a 1ª Feira de Negócios e Inovação. Se entre os 60 stands de expositores montados no Centro das Indústrias de Cachoeirinha (CIC) a movimentação era boa, nos discursos do evento de abertura oficial, o otimismo foi a regra.

"Todos já estão cansados de falar em crise. O momento agora é de se reestruturar e voltar a investir. Só pensando assim, em encontrar oportunidades de negócios, é que sairemos da crise. Espero que esta seja a primeira de muitas feiras. Alguns podem até achar ainda pequena, mas nossas pretensões vão longe. Queremos fomentar aqui um novo Vale do Silício", disse o presidente eleito do CIC, José Airton Venso.


O evento inédito na cidade é organizado em parceria entre o CIC, a prefeitura e a Associação do Comércio de Cachoeirinha (ACC), e vai até sexta-feira (17). Para quem expõe, é uma situação também nova.

"É uma oportunidade não só para negociações, mas para as pessoas conhecerem melhor o que se faz por aqui e o que pode vir a acrescentar na nossa economia. No nosso caso, por exemplo, muitas pessoas não imaginam que trabalhamos com todas as linhas mecânicas e de construção civil na metalurgia, e não apenas em grandes quantidades. Já estamos, com a feira, abrindo alguns horizontes", diz o proprietário da Sidersul, Túlio Jaconi, que é um dos expositores na feira e ex-presidente do CIC.

Em seu discurso de abertura para o evento, o prefeito Miki Breier (PSB) também chamou a atenção para o caráter de novidade e curiosidade do que havia entre os stands.

"A surpresa que eu tive, certamente muitos moradores da cidade também teriam, de ver algumas coisas muito interessantes e que nem imaginavam ser fabricadas na nossa cidade. Conversamos com alguns expositores que são daqui, fazem feiras em outros lugares, e pela primeira vez conseguem expor na sua própria cidade", disse.

Foto por: Fernando Lopes/GES
Descrição da foto: Sidersul está entre os negócios locais valorizados na primeira edição do evento
Segundo Miki Breier, a intenção da feira é apontar saídas para a crise em meio à tempestade.

"É nessas situações que o bom marinheiro precisa manter a serenidade e apontar as saídas. O papel do governo é não atrapalhar", diz.

Para isso, há duas rodadas de negócios previstas entre esta terça (14) e quarta (15), organizadas pelo Sebrae com os setores da indústria e do comércio.

"Sempre se falou muito que Cachoeirinha vivia duas realidades diferentes. Uma, do setor de comércio e serviços, no eixo da Flores da Cunha e ruas movimentadas da cidade. Outra, no Distrito Industrial, que não se conversavam. Pois agora, criamos essa ponte. Tenho certeza que acabaremos a semana com muitos bons negócios e oportunidades fechados", diz o presidente da ACC, Cléber Soares.

A feira acontece no CIC, e tem entrada gratuita a partir das 12h30min até sexta.

Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE