Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Competição no Rio de Janeiro

Desafio: correr mil quilômetros com 63 anos de idade

O ultra maratonista Oscar Jaeger irá fazer
07/02/2019 11:22 07/02/2019 11:22

Não há limites para eleA ideia de correr mil quilômetros (km) é algo inimaginável para quase todas as pessoas vivas nesse planeta. Mas para o nosso querido Forrest Gump, ou melhor, o ultra maratonista Oscar Jaeger, isso é um desafio um pouco maior que dar 50 voltas entorno do Parcão da 79, para quem está iniciando atividades físicas. O fato é que Jaeger completou 63 anos e já venceu inúmeras ultra maratonas. Agora, o desafio é estar na maior competição da América Latina, na prova 1000 km Brasil.

A prova ocorrerá entre os dias 21 e 30 de setembro, na cidade de Paulo de Frontin, no estado do Rio de Janeiro. A principal regra desse desafio é correr, no mínimo, 100 km por dia, em até 10 dias ininterruptos. “Essa prova começa todos os dias às 6h da manhã e pode ir até a meia noite, quem não cumprir a regra é desclassificado. O atleta pode correr além dos 100 quilômetros, e no décimo dia corre apenas a distância que falta para completar os 1000 quilômetros”, revelou.

Para dificultar a corrida, a pista é em estrada de terra irregular, com areia e pedras, além de trechos com subidas e declives. O fato positivo é que o circuito é em volta de um lago em uma área privada e em meio à natureza. “Não é uma pista de atletismo, isso dificulta um pouco mais, porém não haverá transito de veículos, o que nos garante uma segurança durante a prova. Mas a minha dificuldade maior é sobre os custos, e eu estou em busca de apoiadores para custear esses dez dias de prova”.

Em 2019, ele fará 1000km

Nossa reportagem falou com Oscar, que já está em Curitiba, onde se prepara para prestigiar a formatura do filho, Eduardo, na graduação de Designer Digital. Ele vai ficar na cidade até o dia 15 março para participar da prova de 12 horas de Curitiba, para manter o físico. Porém, se algum fator impedir Oscar de fazer a prova no Rio de Janeiro, ele tem um plano B, para fazer os mesmos 1000k.

“Em novembro, eu volto a Curitiba, e junto da minha esposa Alice Kirrian, para participar da maratona da cidade. Se eu não participar da 1000km Brasil, eu e a Alice, voltaremos de Curitiba a pé até Gravataí, por estradas secundárias com a meta de fazer esse trajeto em dez dias. Calculamos que esse percurso dê aproximadamente 1000km. Ou seja, esse ano eu faço esse desafio, seja em prova ou espontaneamente”.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE