Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Ficou barato

Conmebol confirma Grêmio fora da final da Libertadores

Confederação rejeita pedido do clube gaúcho, pune Gallardo com suspensão e multa, mas confirma Tricolor eliminado da Libertadores e River na final
03/11/2018 21:57 03/11/2018 22:05

Foto por: Lucas Uebel/Grêmio
Descrição da foto: Presidente Romildo Bolzam Jr. montou equipe para cuidar do caso
O sábado (3) foi longo para os gremistas. A expectativa era de que até o meio-dia a Conmebol divulgasse o resultado do julgamento do caso envolvendo o River Plate e seu técnico, Marcelo Gallardo. O Grêmio procurou a Confederação Sul-Americana de Futebol para denunciar o treinador do time argentino, que mesmo suspenso, passou orientações via rádio para seu auxiliar e foi até o vestiário conversar com os jogadores no intervalo do segundo jogo da semifinal da Libertadores. A definição só foi anunciada pouco antes das 21 horas de sábado. E o resultado não foi o que os dirigentes do Grêmio esperavam.

O Tricolor acabou perdendo por 2 a 1 para o River na Arena e ficou de fora da decisão. Por entender que os argentinos descumpriram o regulamento da competição, os dirigentes gremistas pediram a perda dos pontos do River e a consequente classificação do Grêmio para a final. O pedido, entretanto, foi negado. A Conmebol decidiu punir o técnico Marcello Gallardo com suspensão nos próximos quatro jogos do River Plate em competições da Confederação Sul-Americana, sendo que no primeiro ele não pode nem mesmo ingressar no estádio. Além disso, o treinador recebeu uma multa de US$ 50 mil.

Agora, o Grêmio tem prazo de sete dias para recorrer da decisão. Ontem à noite, o advogado do clube, Leonardo Lamachia, disse que a decisão de levar o caso adiante ainda será tomada. “Temos que debater internamente se vamos recorrer da decisão. Não temos nenhuma definição. Neste momento, seria na Câmara de Disciplina da Conmebol”, comentou Lamachia.

AZUIS

A demora da Conmebol para divulgar a decisão sobe o caso aumentou a expectativa de que o resultado pudesse favorecer o pedido do Grêmio para que o River perdesse os pontos do jogo na Arena e o Tricolor pudesse ser declarado finalista da Libertadores. A decisão contrária ao clube gaúcho desapontou o advogado Leonardo Lamachia, que integrou a comissão do Grêmio que foi até o Paraguai apresentar o caso junto à Conmebol.

“O Grêmio recebe com tristeza a notícia. Demonstramos, de forma clara para a Conmebol, que foi uma ação orquestrada por parte do River Plate. O Gallardo colocou em cheque a credibilidade da Conmebol e recebe, na minha opinião, uma punição pífia”, disse Lamachia, em entrevista a uma rádio de Porto Alegre.

O Tricolor deve voltar seu foco agora para o Brasileirão e a briga por uma vaga no G4.

Em Belo Horizonte, Tricolor vence o Galo com gol de Geromel

Foto por: Lucas Uebel/Grêmio
Descrição da foto: Geromel marcou o gol da vitória sobre o Galo mineiro
Dentro de campo, a vitória do Grêmio sobre o Atlético-MG, sábado à tarde, no Estádio Independência, passou pelos pés e pela cabeça do capitão Geromel – ele ficou com a braçadeira na ausência de Maicon. Com o pé direito, o zagueiro marcou o gol da vitória tricolor em Belo Horizonte, logo aos 2 minutos de jogo. Depois, ainda na primeira etapa, tirou de cabeça, em cima da linha, uma bola que já havia passado pelo goleiro Paulo Victor.

“O lance do gol, definiu a partida. É mérito do time todo, fizemos uma partida complicada na semana, mas conseguimos mostrar a força do grupo. Nosso foco é entrar no G4”, afirmou Geromel, após o fim do confronto. O gol saiu após cobrança de escanteio, Jael cabeceou para boa defesa do goleiro Victor, mas o capitão Geromel aproveitou o rebote para marcar 1 a 0. Aos 36min da etapa inicial, o zagueiro apareceu para evitar o gol de empate do Galo. Após confusão na área, a bola sobrou para Terans bater, ela passou por Paulo Victor, mas não por Geromel, que tirou de cabeça.

Os donos da casa, buscaram o empate no segundo tempo e esboçaram uma pressão. Mas o Tricolor equilibrou as ações e quase ampliou com Alisson, mas o goleiro Victor fez grande defesa. Com os três pontos conquistados na capital mineira, o Grêmio chega a 55 pontos, segue na quinta posição, mas a apenas um ponto do G4 do Brasileirão.

ATLÉTICO-MG

Victor; Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Galdezani (Denilson), Elias e Terans (Cazares); Chará e Ricardo Oliveira (Leandrinho). Técnico - Levir Culpi.

GRÊMIO

Paulo Victor; Leonardo, Paulo Miranda, Geromel e Bruno Cortez; Michel, Matheus Henrique, Ramiro (Alisson) e Jean Pyerre; Everton (Pepê) e Jael (Thonny Anderson). Técnico - Renato Portaluppi.

DETALHES

Local - Estádio Independência, em Belo Horizonte. Arbitragem - Wagner do Nascimento Magalhães (RJ), auxiliado por Rodrigo Correa (RJ) e Carlos de Lima Filho (RJ).


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE