Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Operação Pancada

Polícia Federal cumpre mandados em operação de combate ao mercado ilegal de cigarros

Foram cumpridos mandados em Cachoeirinha, Canoas e Gravataí
10/10/2018 09:35 10/10/2018 09:35

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Estima-se que as organizações criminosas movimentavam mais de R$ 2,5 milhões de reais por mês com a distribuição de meio milhão de maços de cigarro na região
A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (10), a Operação Pancada, para desarticular duas grandes organizações criminosas investigadas por comercializar irregularmente cigarros contrabandeados ou distribuídos com sonegação de tributos.
Cerca de 250 policiais federais cumprem 16 mandados de prisão e 66 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A Operação Pancada iniciou em março de 2018 quando a Polícia Federal descobriu um depósito em Rio Grande com 380 mil maços de cigarros estrangeiros, avaliados em R$ 2 milhões. Na ocasião, quatro pessoas foram presas em flagrante.

A investigação constatou a atuação de organizações criminosas que distribuíam, na zona sul do Estado, cigarros contrabandeados e, também, produzidos clandestinamente no País, de marcas idênticas às paraguaias. O preço do produto falsificado, muitas vezes, era inferior ao do cigarro contrabandeado.

Estima-se que as organizações criminosas movimentavam mais de R$ 2,5 milhões de reais por mês com a distribuição de meio milhão de maços de cigarro na região. A investigação teve o apoio da Receita Federal e da Polícia Rodoviária Federal.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE