Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Libertadores

Goleada, vaga garantida e o River pela frente

Grêmio atropela o Tucumán e pega outro clube argentino, agora na semifinal da Libertadores
03/10/2018 00:09 03/10/2018 06:27

Foto por: Juarez Machado/GES
Descrição da foto: Cícero marcou de pênalti o segundo gol do Tricolor na goleada da noite de terça-feira
O Grêmio esquentou ainda mais a sua relação de amor com a Copa Libertadores. Na noite desta terça-feira, na Arena, carimbou sua nona participação em semifinais da competição, e mantém muito vivo o sonho do tetracampeonato. Diante do Atlético Tucumán, no qual já havia feito 2 a 0 no jogo na Argentina, o Tricolor goleou por 4 a 0 e agora terá em seu caminho outro argentino, o River Plate, que garantiu sua classificação ao vencer o Independiente. Atual tricampeão da América, o Grêmio vai em busca do seu quarto título, feito que lhe garantiria como o time brasileiro com mais títulos da Libertadores, ultrapassando o São Paulo, que também é tricampeão.

O duelo na Arena começou com alta intensidade, principalmente nas ações dos visitantes. Sem nada a perder, por conta do atraso sofrido na primeira partida, o Atlético Tucumán se jogou para o ataque, e teve possibilidades de marcar. Everton, em pelo menos duas oportunidades também desperdiçou a chance de abrir o marcador para os gremistas. Superior e com o controle do jogo, o Tricolor abriu o placar aos 35min. Léo Moura, de atuação brilhante, cruzou da direita, Thaciano dividiu com o zagueiro de cabeça e a bola sobrou para Luan anotar o dele. O gol animou os gremistas, que dois minutos depois conseguiram uma penalidade. Luan tocou para Alisson, que driblou o goleiro dentro da grande área e foi derrubado violentamente, pênalti. Na jogada, com o auxílio do VAR, o árbitro expulsou o goleiro Lucchetti. Na cobrança, Cícero ampliou.

Na segunda etapa, com o time adversário com um a menos, o Grêmio administrou e ampliou logo cedo. Aos 7min, Luan tocou para Alisson que bateu, a bola ainda pipocou em Lamas e acertou o goleiro Alejandro Sánchez, que morreu com a bola no fundo das redes. Quem fechou a conta foi Jael, que entrou no segundo tempo, sofreu pênalti e cobrou para definir o placar: 4 a 0 e vaga na semifinal.

Azuis

“Em nenhum momento a gente deixou de correr, lutar, brigar. (Contra o River) A gente sabe que é clássico Brasil x Argentina, mais uma rivalidade, mas a gente espera estar preparado. (Sobre o pênalti de Jael) Na hora ele pegou a bola, o Renato pediu para eu bater, mas ele também pediu. Está voltando agora, para dar confiança também. É um centroavante e tem que fazer gol”, avaliou Luan, ao sair do campo.

“Nosso grupo é muito forte, experiente, competitivo. Toda nossa amizade no vestiário faz ter sucesso dentro de campo”, comemorou Geromel.

Os gremistas agora voltam a atenção para o Brasileirão. O Tricolor recebe o Bahia, no sábado, às 21 horas, na Arena, pela 28ª rodada da competição.

GRÊMIO

Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann (Paulo Miranda) e Bruno Cortez; Matheus Henrique, Thaciano, Alisson (Douglas) e Cícero; Luan e Everton (Jael). Técnico - Renato Portaluppi.

ATLÉTICO TUCUMÁN

Lucchetti; San Román, Lamas (Risso), Cabral e Abero; Aliendro, Mercier, Acosta e Barbona (Sánchez); Luis Rodríguez e Leandro Díaz. Técnico - Ricardo Zielinski. 

DETALHES

Local - Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Arbitragem - Roberto Tobar, auxiliado por Christian Schiemann e Cláudio Rios (trio chileno).


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE