Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Empreendedorismo

Cresce o número de empreendedores

Maioria dos novos negócios é de micro e pequenos empresários
09/08/2018 16:34 09/08/2018 16:34


PAULO PIRES
Marilei resolveu formalizar a pequena empresa
Milhares de brasileiros encontraram no empreendedorismo uma oportunidade, diante da falta de emprego. Em Gravataí, foram 1640 novas empresas desde o início deste ano. No primeiro semestre, o desempenho foi de aproximadamente 5% de crescimento na abertura de negócios, em relação ao mesmo período de 2017, conforme dados da Prefeitura.
O resultado em Cachoeirinha também foi de aumento, com 929 novas empresas nos primeiros seis meses deste ano. De acordo com a Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico da cidade, significa 35% mais registros de novos negócios, comparado ao primeiro semestre do ano passado.
A grande maioria destes novos empreendedores são micro e pequenos, segundo as prefeituras dos municípios. No Rio Grande do Sul, eles são responsáveis por gerar 64% dos empregos, enquanto a média nacional é 54%, conforme a gestora do Sebrae, Bia Dauber.
Para o assessor de inovação e empreendedorismo da Universidade La Salle, a maioria busca mais o empreendedorismo pela necessidade, do que por oportunidade. Normalmente, acompanhado de falta de planejamento, conforme Jéfereson Monticelli. “Muitos erram na precificação, tributação, ou ao desconsiderar a concorrência e a legislação”, analisa Monticelli e ressalta que os resultados podem causar prejuízos à modelagem do negócio, podendo se tornar irreversível.

Planos de crescer
Depois de deixar o trabalho durante a gestação, a microempreendedora individual, Marilei de Carvalho, de 41 anos, resolveu investir no próprio negócio. A costura ela aprendeu com a mãe, mas encontrou uma oportunidade diferente e resolveu se especializar. “Percebi que faltava especialização na produção de roupas de ballet e figurinos para apresentações”, comenta Marieli que viu a necessidade de formalizar como MEI para atender as quatro escolas em que ela presta serviço. A intenção, conforme ela que também é estudante de Marketing, é expandir o negócio e gerar emprego. “A ideia é contratar uma pessoa para me auxiliar, sozinha não consigo ampliar a produção”, revela.

Saiba mais

Seis passos para abrir um negócio

1. Saiba que negócio abrir
Você quer se tornar um empreendedor mas não sabe por onde começar ou que negócio abrir? Então, visite os menus Ideias de negócios e Tipos e Ramos. Confira sugestões de como ganhar dinheiro, descubra o que é preciso ter para montar um negócio e veja como o Sebrae classifica e apoia a atividade escolhida.
2. Veja se você tem perfil
Para tornar um negócio realidade, é preciso ter perfil empreendedor, conhecer a realidade do mercado e organizar um plano de negócios. Comece a pesquisar mais sobre isso e procure o Sebrae na sua cidade para obter ajuda.
3. Reúna informações sobre o negócio
Em seguida, você precisa coletar informações para dar subsídio consistente à criação da empresa. Acesse a página Reúna informações e saiba quais dados pesquisar e como fazer o levantamento.
4. Organize-se
A terceira iniciativa é organizar as informações coletadas. O menu Conheça o mercado lhe ajudará a construir o plano de negócios e a definir estratégias para posicionar corretamente a empreitada no mercado.
5. Saiba como obter crédito para o seu negócio
Na página Como obter crédito você encontra dicas de gestão financeira e descobre como conseguir aportes financeiros para as suas necessidades profissionais.
6. Coloque a mão na massa
A última etapa é registrar o negócio e torná-lo realidade. Visite o menu Registre a empresae saiba o que é necessário para formalizar o empreendimento.

Fonte: Sebrae


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE