Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Polícia

"Fogo amigo" na Secretaria de Segurança e Mobilidade de Cachoeirinha

11/07/2018 21:31 11/07/2018 21:32

Três agentes de trânsito de Cachoeirinha devem ser investigados para que se esclareça se houve ou não abuso de poder por parte deles, que, na noite desta terça-feira, multaram e guincharam uma viatura da Guarda Municipal. A declaração é do próprio secretário de Segurança e Mobilidade, Marco Aguirre Gouvêa.

"Claro que fui pego de surpresa com a atitude destes agentes, mas é preciso esclarecer que este foi um caso isolado. São fiscais de trânsito que têm costumeiramente repetido este comportamento", disse Aguirre. 

Na terça, os azuizinhos esperaram uma viatura da Guarda Municipal sair do quartel, na Avenida Frederico Ritter, bairro Distrito Industrial, e multaram o condutor, sob a alegação de que o estepe do carro estava careca e de que a adesivagem do veículo estava inadequada.

"A abordagem foi inadequada. O pneu não tinha condições de rodagem? O chefe da Guarda deveria ter sido avisado, o secretário da Segurança. Isso se resolve dentro da garagem, não guinchando o veículo. Gera ônus para a população. O carro recolhido ficou a noite toda e uma manhã fora de serviço", ponderou Aguirre. Segundo o secretário, a quem estão subordinadas tanto a Fiscalização de Trânsito como a Guarda Municipal, as viaturas da prefeitura são submetidas mensalmente a vistorias. Faremos registro de ocorrência na Polícia Civil para que fique registrada a interceptação de uma viatura da Guarda Municipal, que presta serviço policial. E também vamos investigar internamente a hipótese de ter havido abuso de poder", garantiu.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE