Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Literatura

Noite de autógrafos com Gilberto Abrão em Campo Bom

Escritor hamburguense realiza happy hour com palestra sobre literatura
12/07/2018 07:41 12/07/2018 07:41

Misael Lima/GES-Especial
Escritor: Gilberto Abrão
O escritor hamburguense Gilberto Abrão realiza hoje, a partir das 17 horas, um happy hour com palestra sobre literatura no Empório Döll (Rua Voluntários da Pátria, 242 - Loja 05), em Campo Bom. O evento, que vai contar com coquetel, segue até a noite com sessão de autógrafos do livro O Amuleto de Leila, lançado em setembro de 2017. A obra estará à venda no local por R$ 39,90.

De acordo com Abrão, a história fala sobre o preconceito na relação de um garoto, filho de imigrantes alemães, que se apaixona por uma filha de imigrantes árabes, no Vale do Sinos. “Aborda o drama das pessoas que nasceram aqui no Brasil e são filhos de árabes conservadores e de um pastor alemão racista. É uma história dessas relações na sociedade. misturando com aspectos da nossa realidade em Novo Hamburgo”, comenta.

Lançamentos no exterior

A obra já teve lançamento em Curitiba e foi lançada também em Portugal. “Tive um bom retorno dos leitores sobre o livro. Nos próximos meses, teremos o lançamento em São Paulo e Rio de Janeiro”, comenta Abrão. O escritor também destaca que seu primeiro livro, Mohamed, o latoeiro, publicado pela primeira vez em 2009, já recebeu uma tradução em inglês e está disponível como ebook na Amazon. “Foi muito interessante pois recebi o contato de uma acadêmica nos Estados Unidos que está fazendo o mestrado sobre imigrantes árabes no Brasil e usando o livro como base. É uma satisfação”, relata.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE