Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Estragos

Tornado causa destruição e mortes no Norte do Estado

MetSul confirma ocorrência do fenômeno climático
12/06/2018 11:26 12/06/2018 11:53

Facebook_Rádio Planalto/Reprodução
Aviário destruído em Água Santa, na região de Passo Fundo
Um tornado causou um rastro de destruição e a morte de duas pessoas no Norte gaúcho na madrugada desta terça-feira (12). A vítima fatal foi atingida pela queda da residência no município de Ciríaco, cidade entre Passo Fundo e Lagoa Vermelha. De acordo com o vice-prefeito do município do interior, Odacir Mello, o homem de cerca de 50 anos não resistiu aos ferimentos.

O forte vento atingiu a região por volta da 1h30, destelhando cerca de 100 casas e também aviários, explica Mello. Ele destaca que no momento é realizado um levantamento da situação, a distribuição de lonas aos atingidos e a retirada de árvores das estradas. Por causa dos estragos, nesta manhã, a prefeitura reúne a documentação a fim de decretar situação de emergência. Às 10 horas de hoje, a cidade continuava sem luz desde as 2 horas da madrugada.

A segunda morte ocorreu em Sarandi. Conforme a Brigada Militar da cidade, uma mulher cadeirante, que não teve a identidade divulgada, não resistiu após a casa ser destruída no interior do município, por volta das 3h30. A vítima foi retirada da residência, em local de difícil acesso, e levada a hospital da região, onde morreu.    

Tornado

De acordo com a MetSul Meteorologia, não há dúvidas de que a região Norte do Estado foi atingida por tornados. Vídeo divulgado pela empresa mostra a vegetação decepada no cume de uma coxilha e caminhões tombados e arremessados em campo aberto.

Os meteorologistas afirmam que as "evidências apontam para um grande tornado (F3 ou mais na escala Fujita que vai até 5) entre os municípios de Coxilha e Tapejara. Literatura técnica descreve o arremesso de veículos à distância de até 100 metros (caso de agora) como um F4 com vento acima de 300 km/h".

Outras cidades afetadas foram: Coxilha, Ronda Alta, Sarandi e Santa Bárbara do Sul.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE