Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Contra a gripe

Dia D de vacinação foi com poucas filas

Movimento foi tranquilo nos postos de saúde da região
14/05/2018 12:05 14/05/2018 12:29

O sábado, 12, véspera do Dia das Mães e dia de Grenal foi de movimento muito tranquilo nos postos de saúde. A data marcou o Dia D de Vacinação contra a Gripe, campanha que iniciou em 23 de abril e segue até 1º de junho.

Em Cachoeirinha, na UBS Jardim do Bosque, a maior procura pela vacina foi das crianças. “O movimento tem sido bom durante a semana e neste sábado quem mais está vindo são os pais com os seus filhos. Apesar disso, não tivemos filas”, afirma Mariza da Silva Barbosa, técnica em enfermagem.

A vacinação aconteceu das 8 às 17 horas. Já no Parque da Matriz, foram os idosos e também as crianças os que mais se vacinaram no Dia D. “Durante a semana são as crianças que menos vêm, provavelmente em função do trabalho dos pais. Nossa expectativa era mesmo de atender mais crianças e isso se confirmou”, diz Adriana Bicca, auxiliar de enfermagem.

Em Gravataí também foram as crianças e os idosos os que mais se vacinaram. Na USF Águas Claras o movimento foi constante e de pouca fila. “Ao longo da campanha o movimento vem sendo tranquilo e de poucas filas. Nossa expectativa é que aumente a partir de agora, visto que são as últimas semanas. Por aqui, não só no Dia D mas na maioria deles, o maior movimento é de idosos e crianças. Está abaixo do esperado a procura por vacina por parte dos professores e dos profissionais da saúde”, afirma Genandra Folgiarini da Silva, coordenadora do posto de saúde.

Na última sexta-feira, a Secretaria Estadual da Saúde divulgou um balanço da campanha. Até o momento, mais de 1,5 milhão de pessoas já foram imunizadas contra o vírus da gripe, o Influenza, desde o início da campanha. Isso representa uma cobertura de 46,5% dos grupos prioritários. A meta é chegar até o final da campanha, em 1º de junho, a 90% de alcance. Dos 14 casos de Influenza confirmados no Estado este ano, 12 são de pessoas que fazem parte do grupo a ser vacinado.

Para se prevenir

O aposentado Luiz Amaral, 69 anos, não deixa de fazer a vacina. “Faço há uns 15 anos já, desde que trabalhava em uma empresa que dava a vacina para os funcionários. Acho bom e bem importante fazer porque depois que comecei só tive resfriado, nunca mais fiquei de cama”, conta.

Fátima de Camargo levou o filho Rafael, de um ano e um mês para se proteger. “Se os órgãos de saúde recomendam é porque é importante. Ver o filho da gente doente é muito ruim e a vacina livre as crianças de ter aquelas gripes fortes. O Rafael vai tomar a vacina em duas etapas. Fiz a primeira agora e volto em junho, sem falta”, garante.

Saiba mais

Quem deve se vacinar:
-Idosos acima de 60 anos;
- Gestantes;
- Trabalhadores de saúde;
- Professores da rede pública e privada;
- Gestantes e mulheres que realizaram parto há até 45 dias;
- Indígenas;
Pessoas privadas de liberdade;
Portadores de doenças crônicas.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE