Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Brasileirão

Gre-Nal 416 termina sem gols na Arena

Grêmio pressionou e teve domínio da posse de bola, mas não furou a retranca do Inter, que apostou nos contra-ataques
12/05/2018 21:10 12/05/2018 21:11

Lucas Uebel/Grêmio
Grêmio mostrou superioridade, mas não conseguiu transformar chances em gols
Num sábado de homenagens na Arena, em Porto Alegre, os cerca de 52 mil torcedores deram um show nas arquibancadas. Além da presença de muitas mamães gremistas e coloradas, que neste domingo celebram o Dia das Mães, as duas torcidas homenagearam o ex-presidente tricolor Fábio André Koff, falecido na quinta-feira. Antes da bola rolar, uma salva de palmas parou o estádio referendando o ícone do futebol gaúcho. Já dentro das quatro linhas, Grêmio e Inter fizeram uma partida de estratégias opostas pela 5ª rodada do Brasileirão. Com sua defensiva armada, o Colorado conseguiu segurar o 0 a 0 e a ofensividade do Tricolor, que teve superioridade na posse de bola. Após o clássico 416, muitas reclamações do lado gremista, devido às duas penalidades polêmicas não assinaladas pela arbitragem.

Com Léo Moura e D’Alessandro como desfalques de última hora, o clássico ganhou ainda mais emoção. O Tricolor teve cerca de 75% de posse de bola, enquanto o Inter buscou apenas se defender e jogar nos contra-ataques. No primeiro tempo, Damião teve duas boas chances. Como o Colorado estava retrancado, o primeiro chute do Grêmio veio apenas aos 25min, com Everton. Aos 28min, Cortez foi puxado por Fabiano na área, mas o árbitro nada marcou. O Tricolor ainda chegou aos 37min, quando Luan cobrou escanteio e Geromel quase abriu o marcador em cabeceio perigoso. O Inter seguiu se segurando, assim como foi na etapa complementar.

MAIS POLÊMICA
No minuto inicial do segundo tempo, André perdeu um gol incrível na pequena área. Em seguida, Luan foi derrubado por Patrick, mais uma vez os gremistas ficaram pedindo pênalti. O Grêmio seguiu tendo mais posse, mas a bola não entrou. Aos 30min, o Tricolor reclamou do terceiro pênalti após toque na mão de Cuesta. Sem a penalidade, os gremistas pressionaram. Madson quase mandou para a rede, mas Danilo Fernandes defendeu. Um minuto depois, Luan arriscou de longe e quase abriu o escore.

Sem balançar as redes, as polêmicas e reclamações continuaram após o apito final. O Inter leva um ponto, mas está há cinco jogos sem vencer e marcar gols. Pelo Brasileirão joga apenas no dia 21, contra a Chapecoense, no Beira-Rio. O Grêmio agora pensa na Libertadores. Terça-feira, às 21h30, enfrenta o Monagas, na Venezuela.

Ficha Técnica

GRÊMIO

Marcelo Grohe; Madson, Kannemann, Pedro Geromel e Cortez; Maicon, Arthur (Cícero), Alisson, Luan e Everton (Lima); André (Thonny Anderson). Técnico - Renato Portaluppi

INTER

Danilo Fernandes; Fabiano, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Patrick, Zeca (Gabriel Dias); Rossi (Juan Alano), Lucca e Leandro Damião (Brenner). Técnico - Odair Hellmann. 

Detalhes

Local - Arena, em Porto Alegre. Arbitragem - Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Fabrício Villarinho e Bruno Raphael Pires. Público - 51.870. 


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE