Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Colorado

Odair terá que resolver problema na lateral direita

Dudu quebrou o braço no treino de segunda-feira e deve perder espaço após atuação fraca no Gre-Nal
12/03/2018 20:48 12/03/2018 20:49

Lucas Uebel/Grêmio
Dudu foi mal no Gre-Nal e quebrou o braço nesta segunda-feira
A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) definiu nesta segunda-feira as datas e horários da primeira rodada das quartas de final do Gauchão. No sábado, Avenida x Caxias (18 horas), e no domingo, Grêmio x Inter (16 horas), São Luiz x Brasil-Pel e Veranópolis x São José (ambos às 19h30). E o Inter terá um novo lateral-direito em campo já nesta quarta, contra o Cianorte, pela Copa do Brasil, e no domingo, quando volta a enfrentar o Grêmio pelo jogo de ida das quartas do Estadual.

Dudu fraturou o antebraço esquerdo no treino desta segunda e passará por cirurgia. Ele não poderá estar em campo quarta, às 19h30, contra o Cianorte, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Assim, Edenilson pode ser mantido no setor. Outra opção é Fabiano, mas para o Gre-Nal de domingo. Anunciado ontem e vindo do Palmeiras por empréstimo até o final do ano, ele pode ser inscrito na competição. Já Cláudio Winck interessa ao Sport na troca pelo volante Rithely, esperado hoje em Porto Alegre. Na segunda à tarde, após o treino, o Inter ainda apresentou o atacante Rossi.

Após a derrota no clássico, Odair Hellmann reclamou de ter sido tirado de campo. “Não fui expulso. O Cristiano (Nunes, preparador físico) entrou no campo para separar uma situação. O árbitro o expulsou e o quarto árbitro me comunicou que eu precisava sair porque o preparador foi expulso”, reclamou Hellmann.

Conforme o regulamento do Gauchão, em caso de expulsão de um integrante da comissão técnica, o treinador também precisa sair, embora não cumpra suspensão. Assim, o técnico está liberado para comandar o time à beira do gramado da Arena no domingo.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE