Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
Grupo Sinos
Correio de Gravataí
Publicado em 21/09/2015 - 17h19
Última atualização em 21/09/2015 - 17h21

Polícia classifica morte de comerciante como latrocínio

Comerciante de 45 anos já havia sofrido quatro assaltos antes de ser morto a tiros nesta segunda-feira (21) no bairro Monte Belo

Foto: Diléa Fronza/GES-Especial
Latrocínio (roubo seguido de morte). Esta foi a classificação dada pela Polícia Civil para a morte do comerciante de 45 anos atingido a tiros em frente a seu estabelecimento, na Rua Alceu Walmosy, na manhã desta segunda-feira (21). A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já encaminhou a ocorrência para a 2ª Delegacia de Polícia (DP), que vai assumir a investigação.

Em protesto pelo parcelamento dos salários dos servidores, a polícia ainda não fala com a imprensa, portanto poucos detalhes são conhecidos até aqui. Valdemar da Cruz saia de seu estabelecimento quando foi abordado por um homem por volta de 9 horas. Ele foi atingido por pelo menos quatro disparos, dois deles, na cabeça, foram fatais. A vítima já havia sofrido outros quatro assaltos no estabelecimento, conforme informações da Brigada Militar (BM).

Publicidade