Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
Grupo Sinos
Correio de Gravataí
Publicado em 17/08/2015 - 14h47
Última atualização em 17/08/2015 - 15h12

Ministério Público denuncia deputado estadual Diógenes Basegio

Promotoria acusa parlamentar do PDT de liderar ''organização criminosa''

Foto: Cristina Oliveira/MP
Porto Alegre
- O Ministério Público (MP) apresentou nesta segunda-feira (17) denúncia contra o deputado estadual Diógenes Basegio (PDT) e outras cinco pessoas. A acusação se refere à exigência de parte de salários de servidores nomeados pelo parlamentar, desvio de verbas públicas relativas a diárias fictícias e, em alguns casos, da quase totalidade de vencimentos de “funcionários-fantasmas”, além de lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Conforme a denúncia assinada pelo Procurador-Geral de Justiça, Marcelo Dornelles, o deputado e os demais acusados devem responder pelos crimes de organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e concussão.
 
A reportagem tenta contato com Basegio, mas ainda não obteve retorno. 
 
O caso 
 
De acordo com o MP, entre 2011 e 2014, Basegio teria liderado uma "organização criminosa, ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, com o objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza, especialmente econômica, mediante a prática reiterada de crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro".
 
A apuração prosseguirá quanto a todas as demais condutas criminosas que não tenham sido narradas na denúncia, estando o Ministério Público no aguardo do resultado de diligências em curso. Isso significa que, futuramente, o MP poderá formular denúncia por outros fatos correlatos, conforme o resultado das apurações.

Publicidade