Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
Grupo Sinos
Correio de Gravataí
Publicado em 05/12/2014 - 17h15
Última atualização em 05/12/2014 - 17h17

Mais 43 pessoas denunciadas pelo incêndio da Kiss nesta sexta-feira

Entre as acusações, está a de falsidade ideológica e falso testemunho

Santa Maria - Mais 43 pessoas foram denunciadas por envolvimento no caso do incêndio da boate Kiss, nesta sexta-feira (5), pelo Ministério Público de Santa Maria, segundo a Rádio Guaíba.

As denúncias são provenientes da investigação da Polícia Civil, realizada em junho deste ano, separada da investigação do incêndio da boate Kiss. A polícia abriu a nova rodada de investigações para averiguar possíveis crimes de falsidade ideológica, improbidade administrativa e danos ambientais.

O Ministério Público já enviou ao judiciário os nomes de Elissandro Callegaro Spohr, Tiago Flores Mutti, Santiago Mugica Mutti, Cíntia Flores Mutti, Élton Cristiano Uroda, Alexandre Silva da Costa, Eliseo Jorge Spohr e mais 27 pessoas pelo crime de falsidade ideológica.
 
Foi investigado um documento com assinaturas de moradores das imediações da casa noturna em consulta popular sobre o funcionamento da Kiss. A polícia concluiu que parte das assinaturas não era de pessoas que realmente residem na área estipulada para a autorização da abertura da boate, e indiciou quatro pessoas. Algumas pessoas também devem ser acusadas de falso testemunho.

Publicidade