Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
Estética

Botox e preenchimento liberados no verão

Cuidados pós-aplicação são os mesmos do que em qualquer outro período do ano
08/01/2018 13:00

Rodrigo Fanti/RPDOIS Fotografia
Nelsoni de Almeida, otorrinolaringologista
Não é preciso esperar o verão terminar para se render a procedimentos estéticos no rosto. As aplicações de toxina botulínica, o famoso botox, e o preenchimento facial à base de ácido hialurônico, indicados para o rejuvenescimento da pele, também podem ser feitos durante a estação mais quente do ano. O otorrinolaringologista Nelsoni de Almeida, membro titular da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face, diz que os cuidados são os mesmos do que em qualquer outro período. “Não mudam no verão, porque a ação é a mesma. Os roxinhos no rosto são raros quando faz aplicação que envolve injeção. A recomendação é apenas cuidar para não pegar sol e usar protetor solar, não fazer exercícios no dia da aplicação, evitar deitar nas primeiras horas e não massagear no local”, destaca, completando, porém, que é fundamental que o procedimento seja feito por um profissional capacitado. “Apesar de minimamente invasivos, podem trazer resultados desagradáveis se não forem bem feitos”, diz. Confira abaixo a diferença entre os dois procedimentos:

Botox

A aplicação de toxina botulínica é um dos tratamentos mais usados no combate às rugas. A substância paralisa a contração de um músculo específico, evitando assim as rugas dinâmicas, causadas por movimentos repetidos do músculo — como as que se formam junto ao sorriso ou os “pés de galinha”, que surgem pelo apertar dos olhos. O procedimento, feito com microagulhas, leva em torno de cinco minutos, mas envolve o uso de um creme anestésico que demora cerca de meia hora para fazer efeito. O botox dura de cinco a seis meses.

Não existe uma idade ideal para iniciar o uso, mas, em geral, a primeira aplicação acontece pouco antes dos 30 anos, evitando a formação das marcas de expressão. “Claro que a aplicação será diferente do que em uma pessoa de 40 anos. Quando se é mais jovem, faz uma coisa mais leve, mais a ver com prevenção. Porque é mais fácil tratar a ruga ainda não formada do que aquela funda, de pele danificada há bastante tempo”, diz Almeida.

Preenchimento facial

O preenchimento facial é uma das opções usadas para repor o volume naturalmente perdido com o passar dos anos devido à absorção de colágeno, gordura e estrutura óssea. Neste caso, substâncias orgânicas ou inorgânicas são injetadas na pele para suavizar rugas, sulcos, depressões e o “bigode chinês”, mas a mais usada é o ácido hialurônico, que mantém a elasticidade da pele. “Essa substância já existe no corpo, mas com o tempo sua quantidade diminui, assim como a hidratação da pele. A vantagem de realizar preenchimentos com o ácido hialurônico está na sua imediata integração aos tecidos, no resultado rápido e no risco mínimo de efeitos colaterais”, comenta Almeida. O preenchimento também pode ser usado para aumentar o contorno e volume dos lábios, remodelar queixo e nariz e amenizar cicatrizes faciais. O procedimento é feito por meio de microcânulas aplicadas de forma mais superficial ou profunda. O tempo de duração depende do local onde é aplicado. No lábio, pode durar de 12 a 15 meses.

American Society of Plastic Surgeons/Divulgação
É fundamental que procedimentos sejam feitos por um profissional capacitado


Saiba mais

A procura por procedimentos para rejuvenescer a pele aumentou bastante nos últimos anos. Não há dados precisos sobre o Brasil, mas nos Estados Unidos o número de aplicações de botox cresceu 797% entre os anos 2000 e 2016, passando de 786.911 para 7.056.255 ao ano. O mesmo aconteceu com o preenchimento facial, que aumentou de 652.885 para 2.600.868 ao ano no mesmo período, conforme a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE