Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Nos Estados Unidos

Apple é investigada por deixar iPhones antigos mais lentos

No inicio de janeiro, a justiça francesa abriu processo contra a empresa por "obsolescência programada"
31/01/2018 10:44 31/01/2018 10:46

Divulgação
iPhone
O Departamento de Justiça e a SEC (reguladora da bolsa americana) estão investigando se a Apple tornou mais lento de propósito o funcionamento de modelos anteriores do iPhone, informou a agência Bloomberg nesta terça-feira (30).

Em dezembro, a empresa admitiu que modificou os programas de alguns modelos de iPhone (iPhones 6, 6S, SE e 7) para impedir que parassem de funcionar de repente, algo que pode ocorrer quando as baterias começam a dar sinais de envelhecimento.

A investigação busca determinar se o grupo advertiu de maneira clara seus usuários sobre os efeitos concretos desta intervenção, ou seja, a desaceleração dos aparelhos.

A Apple não respondeu nesta terça-feira os pedidos de comentário da AFP, e a SEC e o Departamento de Justiça se negaram a comentar o assunto.

Em 5 de janeiro, a justiça francesa abriu uma investigação contra a Apple por "obsolescência programada", depois de que grupos de usuários acusaram a companhia de ter ocultado a modificação nos aparelhos e de ter feito isso com o objetivo de impulsar as vendas de seus modelos mais recentes.

O grupo é alvo de processos similares nos Estados Unidos.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE