Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Mauro Blankenheim

Restaurante de palito

''Frequentado pelas mais diversas tribos que convivem em absoluta harmonia, o BalaBar segue sua trajetória para virar ponto cult da cidade, onde você tem a garantia de que vai ser e sair bem servido.''
14/01/2018 06:00

Mauro Blankenheim é publicitário
mauroblankenheim.com.br

Na Novo Hamburgo, crivada de chefs competentíssimos, é cada vez mais difícil um restaurante se destacar fazendo comida real. Sempre acreditei que mais do que o ambiente, o food design, o cardápio, os finos vinhos e a culinária segmentada, o sabor da comida por si só definiria o ranking do estabelecimento. Pois onde Frederico se encontra com Benjamin, existe um paraíso gastronômico festejado por todos aqueles que frequentam o BalaBar, com nome de boteco, mas devoto da comida caseira da melhor categoria.

Comandado pelo Juliano, que oferece um atendimento pra lá de personalizado, secundado pelo atento Evandro, o BalaBar esconde na sua cozinha industrial uma cozinheira de mão cheia, que sabe onde o tempero vai causar. Receita de empresa familiar que funciona, a diferença está em tudo: no ambiente singelo que valoriza o core-business do negócio, a comida; na interação da família com seus mais assíduos fãs, e na informalidade quase juvenil com que as relações ali se desenrolam.

Frequentado pelas mais diversas tribos que convivem em absoluta harmonia, o BalaBar segue sua trajetória para virar ponto cult da cidade, onde você tem a garantia de que vai ser e sair bem servido. Rapidão com jeitão de slow food.

O carinho com que a Vó estrutura a logística para atender a clientela vai até a sobremesa, diariamente descolada por ela, que com seus 80 e alguns, se mantém ativa e produtiva, numa mensagem subliminar de felicidade a todos que convivem no local.
Personalidades, personas e anônimos famosos, reúnem uma galera formada pela Dinastia Bagunça, os Lipp, o Paulo Moicano, o Ivan da Novocar, o barbeiro Fábio e esposa e até o papai noel com a camisa do Grêmio, tornando a casa a escolha perfeita para comer bem, por valores palatáveis e coerentes.


Mas o que torna o lugar mais único é que nesses tempos em que os restaurantes ditos finos confinaram o palito aos toaletes, o Balabar oferece generosamente este recurso. Você pode degustar à la minuta, bufê e lanches, inclusive com pastel no café da manhã, imaginando o prazer único que morder um palito após a refeição proporciona às pessoas quase normais e que não estão muito preocupadas com o veredicto da etiqueta, enquanto a vida passa.

Já degustei refeições de várias origens, mas o BalaBar se justifica a cada semana, oferecendo um mix fusional que atende vários paladares e satisfaz quem tem a língua refinada como ponta de palito.



Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE