Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Reforço

Grêmio e Cruzeiro se aproximam de acordo

Tricolor deve receber Alisson na troca por Edílson
01/01/2018 19:36 01/01/2018 19:36

Divulgação/Cruzeiro
Alisson pode vestir a camisa tricolor em 2018
O Tricolor pode estar chegando a um acordo com o Cruzeiro para concretizar a negociação envolvendo o lateral-direito Edílson com o clube mineiro. A direção gremista inicialmente queria Thiago Neves ou De Arrascaeta, o que foi negado pelo Cruzeiro. Sassá foi oferecido e se tornou um nome forte para o ataque gremista, inclusive recebendo elogios do presidente Romildo Bolzan Jr. Porém, quem de fato deve entrar nessa negociação é o meia-atacante Alisson, de 24 anos. Ele deve assinar contrato por três anos e o Grêmio terá 30% dos seus direitos econômicos.

Na temporada passada, o jogador atuou 57 vezes e marcou cinco gols. No Cruzeiro jogava pela esquerda, posição que Fernandinho costumava ocupar no Tricolor. Como o atleta não permaneceu no Grêmio, Alisson surge como opção de qualidade para substitui-lo. Tem como característica a velocidade e movimentação, inclusive fazendo a função de armador. Seu ponto negativo é a finalização. Alisson surgiu nas categorias de base do clube mineiro. Também teve passagem pela seleção brasileira sub-20, e atuou no Vasco.

Como ainda faltam detalhes para concretizar a troca com o Cruzeiro, o Grêmio não se pronuncia sobre o assunto. Os gremistas resolveram descartar o atacante Sassá por conta do seu comportamento fora de campo e por estar voltando de cirurgia, dois problemas consideráveis para os dirigentes.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE