Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
E tem de tudo

Papai Noel quer saber o seu desejo

Árvore no Gravataí Shopping já tem mais de cinco mil desejos de natal e o papai noel quer mais
07/12/2017 09:17 07/12/2017 09:17


Diléa Fronza/GES-Especial
Evanir, 88 anos, é Papai Noel há 55
Neste ano, a decoração natalina do Gravataí Shopping teve como foco principal emocionar quem passa por ali. Por isso, a fábrica do Papai Noel foi montada. Ao circular pelo centro de compras, é possível ver o bom velhinho e suas ajudantes montando os presentes. Em frente à fábrica, há a caixa de correio para depósito das cartas, mas também um outro jeito de contar para o senhor de vermelho que fica sentado um pouco à frente do grande pinheiro, o que você deseja para o próximo ano. “Há cerca de 15 dias disponibilizamos a oportunidade de que as pessoas escrevam os seus desejos e coloquem na árvore. Esta é a decoração dela deste ano. Queremos que as pessoas possam se emocionar e dividir os seus desejos com quem passa por aqui”, conta Sílvia Rachewsky, superintendente do shopping.

Nestas duas semanas, a árvore já acumula mais de cinco mil pedidos. E eles são variados. Vai do desejo das crianças de terem brinquedos até o pedido para arrumar um namorado ou que o preço do gás não suba mais. A decoração vem atraindo as pessoas que muitas vezes nem deixam o seu pedido, mas param para ler o que os outros estão querendo.

Solidariedade

Além dos pedidos, a árvore tem espaço para as boas ações. O Gravataí Shopping está arrecadando brinquedos, roupas e calçados que serão destinadas às entidades sociais do município. “O que queremos é que as pessoas possam se emocionar e também dar um Natal melhor para quem talvez não tenha tantas condições”, finaliza a superintendente.

São 55 anos de história e desejos


Andrei Fialho/GES-Especial
Júlia teve seu sonho realizado: chegar na festa de ambulância
Aos 88 anos, Evanir Ribeiro da Silva tem orgulho de ser Papai Noel há 55. “A primeira vez fiz por fazer, com uma barba falsa, para uma empresa. Gostei e a partir daquele ano não parei mais. Passei a deixar a barba crescer, me preparo o ano todo e gosto muito desta época”, conta ele. E são muitos os desejos que ele já ouviu em todos esses anos. “As crianças são as que mais surpreendem e emocionam, não tenho dúvida. Mas os adultos também muitas vezes fazem pedidos. Uma vez, uma mãe pediu para eu trazer o filho dela, que estava em outro estado de volta. Eu disse que ela deveria ter fé. No ano seguinte ela veio me agradecer. O filho tinha voltado”, conta com os olhos cheios de lágrimas.

E tem pedido inusitado. “Esse ano já me pediram os números da Mega Sena. Vou confessar. Se eu soubesse, não contaria. Papai Noel precisa de bastante dinheiro para tantos presentes”, brinca. Entre uma história e outra, o bom velhinho atende a todos que querem uma palavra, dar um abraço ou simplesmente conversar. O Gustavo Henrique, de três anos contou para o Papai Noel que deixou a carta na árvore de casa e nela há o pedido de uma bicicleta. A mãe, Juliana Saner também contou o seu desejo. “Só quero mais tranquilidade e paz e que o meu filho consiga ser muito feliz”, completa.


Correio de Gravataí
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE